Conecte-se Conosco

Mandato da deputada Rosa Neide participa de Seminário sobre Violência e a População em Situação de Rua

Publicado

em

O mandato da deputada federal Professora Rosa Neide (PT) participou na quinta e sexta-feira (07 e 08), do Seminário sobre Violência e a População em Situação de Rua, que ocorreu no auditório da Casa da Democracia, em Cuiabá. Além de debater sobre as causas da violência vivenciada cotidianamente, o evento também discutiu a falta de acesso a serviços básicos: como moradia, saúde, educação, emprego e renda para essa população.

A deputada Rosa Neide é parceira do Fórum de População em Situação de Rua e foi uma das apoiadoras para realização do Seminário. Principal palestrante do evento, o coordenador do Instituto Nacional de Direitos Humanos para a População em Situação de Rua, Tomás Gomes Melo, destacou como é feita a construção da narrativa social de criminalização das pessoas que vivem na rua.

“Os moradores de rua são sempre associados ao consumo de drogas, bebida alcóolica e à opção por não trabalhar. Esse discurso permite que essa população seja agredida, mediante a inércia do Estado. As políticas municipais e estaduais também priorizam a remoção e a higienização dos espaços onde vivem, como se essa população fosse indesejada para determinados lugares das cidades”, destacou.

Para Tomás Melo, para se garantir respeito à vida da população de rua é necessária a retomada dos investimentos em política pública de moradia. O evento também promoveu o lançamento da Ronda de Direitos Humanos (DH). A Ronda atenderá nos próximos meses a população de rua de Cuiabá, com o objetivo de restabelecer direitos como confecção de documentos pessoais, assistência jurídica, assistência de saúde, psicológica, entre outras ações.

A Ronda será coordenada pela Defensoria Pública de Mato Grosso, cujas ações serão acompanhadas pelo mandato da deputada Professora Rosa Neide e demais entidades que compõe o Fórum.

O evento também contou com a participação de representantes do Movimento Nacional da População de Rua, da Secretaria Municipal de Assistência Social, do Conselho Estadual de Assistência Social, da Defensoria Pública da União, do Ministério Público Estadual, da Secretaria de Estado de Segurança Pública, da Polícia Militar, do departamento de Psicologia da UFMT, do Conselho Estadual de Direitos Humanos, da Secretaria Municipal de Saúde e do Poder Judiciário.

Assessoria de Imprensa

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?