fbpx
Conecte-se Conosco

Com voto de Rosa Neide PEC do voto impresso é derrotada – vitória da democracia

Publicado

em

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, nesta terça feira (10), a PEC do Voto Impresso (Proposta de Emenda à Constituição 135/19). Foram 229 votos favoráveis e 218 contrários. Como não foram obtidos os 308 votos favoráveis necessários, o texto será arquivado. A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) votou Não à PEC e ajudou a enterrar essa ameaça às eleições livres e democráticas no Brasil.

“Essa proposta de voto impresso era uma tentativa do presidente da República e de seus seguidores de tumultuar as eleições de 2022. Todos os deputados dessa Casa e o próprio presidente foram eleitos com a urna eletrônica. Temendo o resultado das eleições do próximo ano criaram essa cortina de fumaça contra o sistema eleitoral do País. As fake news espalhadas contra as urnas eletrônicas foram derrotadas no plenário”, comemorou Rosa Neide.

A PEC determinava a impressão de “cédulas físicas conferíveis pelo eleitor” independentemente do meio empregado para o registro dos votos em eleições, plebiscitos e referendos. Voto de papel era o meio utilizado pelos antigos coronéis do Brasil para conferir o voto dos eleitores, os chamados currais eleitorais,

Na semana passada, a comissão especial derrotou o texto do relator, deputado bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR), e também rejeitou o texto original, de autoria da deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF).

A decisão de levar a PEC ao Plenário foi tomada pelo presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL). (Com Agência Câmara de Notícias)

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?