Conecte-se Conosco

Deputada Rosa Neide festeja prisão de Queiroz e mudança no MEC

Publicado

em

Professora aposentada da rede estadual de ensino, a deputada federal Rosa Neide (PT) comemorou os eventos políticos e policiais ocorridos na quinta-feira (18), como a saída do ministro da Educação Abraham Weintraub e a prisão do ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Fabrício Queiroz, investigado em um esquema de ‘rachadinha’, no período em que o filho do presidente era deputado estadual.

Crítica da gestão de Weintraub desde que ele tomou posse, em abril do ano passado, a deputada viu a saída como uma vitória para a educação no país. “Weintraub sai e Paulo Freire fica… Foi o pior ministro da Educação da história e já vai tarde”, afirmou em suas contas nas redes sociais.

O ex-ministro, desde que tomou posse, em abril de 2019, comprou briga ideológicas com reitores de universidades e institutos federais.

Em agosto do ano passado, ele criticou duramente a gestão da reitora ex-reitora Myrian Serra, da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso) e foi apontado como principal causa de ela pedir sua renúncia no início deste ano.

A parlamentar também festejou a prisão de Queiroz, preso pela Polícia Civil de São Paulo, nas primeiras horas da manhã na casa do advogado Frederick Wassef, que advoga para o senador Flávio e para o presidente Bolsonaro. Para a deputada, o ex-assessor precisa contar tudo que sabe sobre o caso envolvendo o senador.

“Queiroz, enfim, foi preso! Ele estava escondido há um ano no sítio do advogado de Jair Bolsonaro, presidente da República… Será que Bolsonaro vai dar os parabéns hoje à Polícia Federal? Ou vai reclamar de que não foi informado com antecedência da prisão de Queiroz na casa do advogado de seu filho Flávio?”, questionou. (Com Olhar Direto)

Assessoria de Imprensa

Tags:
1 Comentário

1 Comentário

    Responder

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    × Vamos conversar?