fbpx
Conecte-se Conosco

Deputada Rosa Neide participa da Plenária Estadual unificada das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) participou neste sábado (06), à noite, da Plenária Virtual Estadual das Frente Brasil Popular (FBP-MT) e Povo sem Medo. A petista participou da mesa de conjuntura, juntamente com a dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Kelli Mafort e o dirigente do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Edson França.

A petista fez um relato da interferência decisiva do governo federal que resultou na eleição dos candidatos de Bolsonaro à presidência da Câmara e do Senado. De acordo com a deputada, a vitória do deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do Centrão e do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) dificultará a luta das forças populares no Congresso, mas não significa vitória automática das pautas do governo.

“Logo após a eleição, na abertura do ano legislativo, Bolsonaro apresentou suas pautas prioritárias ao Congresso. Barrada nos dois primeiros anos, a pauta de costumes foi reativada. E o aprofundamento do neoliberalismo, com suas pautas de desregulamentação total da economia, privatização, autonomia do Banco Central e retirada de direitos já estão na ordem do dia”, citou.

Rosa Neide citou como exemplos dos ataques que já estão pautados na Câmara, a PEC do Pacto Federativo e a Reforma Administrativa. “Precisamos mobilizar todos os servidores públicos e sociedade contra esses retrocessos”, defendeu.

A parlamentar finalizou destacando a necessidade das entidades manterem a unidade na construção das Frentes e na mobilização da sociedade. “Com todos os cuidados de biossegurança precisamos colocar o bloco na rua, pelo fora Bolsonaro, retomada do auxílio emergencial e vacina para todos”, afirmou.

Em sua fala o dirigente do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Edson França, trouxe os informes da Plenária Nacional unificada das duas Frentes, bem como o calendário de lutas do próximo período. Por sua vez, a dirigente nacional do MST, Kelli Mafort reafirmou a importância do fortalecimento do trabalho de base, visando não somente a mudança da correlação de forças para derrubar o governo Bolsonaro com sua agenda de morte, mas para construção de um novo sistema de produção ambientalmente sustentável e solidário para o Brasil e o mundo.

A atividade reuniu cerca de 62 dirigentes políticos e de movimentos sociais e sindicais da Capital, Cuiabá, e de municípios do interior do Estado.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?