fbpx
Conecte-se Conosco

Em audiência da Comissão de Cultura, artistas e produtores culturais de MT pedem prorrogação da lei Aldir Blanc

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) promoveu nesta quinta-feira (25), audiência pública com artistas e produtores culturais de Mato Grosso para debater a prorrogação da lei Aldir Blanc. O evento denominado Expresso 168 contou com a presença da presidenta da Comissão Permanente de Cultura da Câmara, deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

A audiência teve início com o canto da dupla mato-grossense Vera e Zuleica e saudação aos artistas da deputada Alice. “O Expresso 168 é um bate papo cultural que ocorre no cafezinho da Câmara, onde discutimos com os artistas suas prioridades. Com a pandemia não podemos continuar presencialmente, nas podemos ir aos Estados pela via virtual, para debater com os fazedores de cultura, para não ficarmos somente na burocracia da comissão”, afirmou Alice Portugal.

A presidenta informou que dos R$ 3 bilhões da lei, cerca de R$ 1 bilhão ainda não chegou nas mãos dos trabalhadores da cultura, por isso a luta pela prorrogação dos prazos de execução e prestação de contas.

Ao agradecer a presença da deputada Alice, Professora Rosa Neide citou que o Estado de Mato Grosso agrega o País inteiro. “Pessoas de todo Brasil vieram para cá e juntos com o povo mato-grossense nativo constroem nossa arte e cultura que são únicas. Os artistas mato-grossenses são nobres, por isso estamos trabalhando para garantir que consigam superar com dignidade essa pandemia, pois eles foram os primeiros a sofrerem os impactos das medidas de restrição e serão os últimos a voltarem aos seus ofícios com normalidade, afirmou.

A conselheira de Cultura de Mato Grosso, Zilda Barradas, que trabalhou na construção das regras de proposição dos editais estaduais da lei Aldir Blanc destacou que com o calendário atual, os projetos devem ser executados até abril e a prestação de contas até maio. “A prorrogação é fundamental para dar segurança para nossos artistas produzirem, entregarem seu trabalho para a sociedade e prestarem contas em tempo hábil”, disse.

A cineasta Daniele Bertolini destacou que o audiovisual foi fortemente impactado pela pandemia, porque os trabalhadores precisam ir a campo captarem as imagens, os atores precisam contracenar e não há como fazer isso sem aglomeração. “Nesse período já perdemos nosso técnico de áudio para a Covid-19 e temos uma atriz internada. A prorrogação é essencial porque não temos condições de trabalhar em meio a essa alta taxa de contaminação do vírus”, disse.

Alice Portugal destacou que a Comissão trabalha pela prorrogação dos prazos de execução dos projetos até dezembro de 2021 e com a extensão do prazo para prestação de contas até junho de 2022.

A audiência ainda contou com depoimentos de atores, cantores, cantoras, rappers, poetas, pesquisadores, historiadores e produtores culturais, parlamentares e gestores da Secretaria de Cultura de Cuiabá e do Estado.

O evento foi transmitido ao vivo na página da deputada Rosa Neide no facebook. Para saber o que cada participante disse na audiência e mais pontos de destaque do evento clique em https://web.facebook.com/ProfessoraRosaNeide

 

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?