fbpx
Conecte-se Conosco

“Em vez da Câmara discutir saídas para a pandemia prefere pautar a entrega da Eletrobras”, critica Rosa Neide

Publicado

em

Em discurso no plenário da Câmara nesta segunda-feira (21), a deputada federal Professora Rosa Neide (PT) lamentou a morte de 500 mil pessoas pela Covid-19. “Em meio a essa tragédia em vez da Câmara discutir saídas da pandemia prefere pautar a entrega final da Eletrobrás”, criticou.

A parlamentar afirmou que a maioria das 300 mil mortes registradas em 2021 poderiam ter sido evitadas, se o governo federal tivesse comprado vacinas com antecedência em 2020.

“É como se uma cidade de 500 mil pessoas desaparecesse. Foram 500 mil histórias. São 500 mil famílias enlutadas, sendo 300 mil vidas perdidas em 2021 e 200 mil, em 2020. A maioria dos que morreram este ano poderiam estar vivos se tivessem tomado a vacina. Mas o governo não comprou vacinas com antecedência”, denunciou.

Rosa Neide disse que em meio a tristeza e aos crimes cometidos pelo governo na gestão da pandemia, não é razoável que a Câmara aprove a privatização da maior empresa de energia elétrica da América Latina.

“O valor da Eletrobras é cerca de R$ 400 bilhões e o governo coloca à venda. E o que vai sobrar para o País é apenas 15 ou R$ 20 bilhões. Quando a conta de energia aumentar que os cidadãos olhem os votos de cada deputado e cada deputada. Quais foram os responsáveis por essa venda desonesta, por essa corrupção a olhos vistos”, afirmou.

Confira discurso da deputada na íntegra.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?