fbpx
Conecte-se Conosco

Onde o PT governa dá certo – experiências da gestão petista de Maricá-RJ são compartilhadas com a militância de MT

Publicado

em

As experiências da gestão petista no município de Maricá (RJ) foram compartilhadas com mais de 100 lideranças petistas e dos movimentos sociais de Mato Grosso, pelo seu idealizador, o ex-prefeito Washington Luiz Cardoso Siqueira, o Quaquá (PT). O encontro foi coordenado pela deputada federal Professora Rosa Neide (PT) e pelo presidente do PT-MT, deputado estadual Valdir Barranco.

Maricá está localizada no litoral norte do Estado do Rio de Janeiro e possui 165 mil habitantes. O PT governa o município desde 2006 (quatro mandatos consecutivos), e em cada eleição obtém recorde de votos. Essa alta aprovação popular deve-se à gestão social e inovadora, iniciada por Quaquá em janeiro de 2009 e mantida por seu sucessor, Fabiano Horta (PT).

Quaquá relatou o histórico da construção do PT no município, as disputas eleitorais, sua militância de casa em casa e o diálogo com as pessoas. Em sua primeira disputa a prefeito em 2004, fazendo campanha com a proposta de criação de uma empresa pública de transporte coletivo para zerar a tarifa, perdeu o pleito por diferença de pouco mais de 700 votos.

Em 2008 foi eleito com 68% dos votos e em sua primeira gestão criou a Empresa Pública de Transportes (EPT) de Maricá, que passou a ofertar transporte gratuito para os moradores. A gestão Quaquá também criou uma moeda própria para o município, a mumbuca, cujas famílias vulneráveis tem acesso a um cartão magnético para fazer compras no comércio local. “Atualmente 43 mil pessoas recebem o cartão mumbuca, com o equivalente a R$ 350 reais por pessoa. Cerca de 9 mil estabelecimentos comerciais aceitam a mumbuca. Transferimos renda e fomentamos a economia na cidade”, disse Quaquá.

O ex-prefeito também destacou a criação de um banco público municipal em moeda mumbuca, que financia a juros zero, pequenos empreendedores e reformas de residências de pessoas de baixa renda. “A gestão do prefeito Fabiano está criando um projeto no banco mumbuca para financiamento de famílias, que queiram instalar energia solar em suas casas. Será o equivalente a R$ 13 mil que cada família poderá pegar em mumbuca, a juros zero. Assim que quitarem o financiamento, essas famílias não precisarão mais pagar energia para a concessionária privada”, disse.

“O capitalismo privatiza o Estado e a Economia, visando promover o lucro a poucas pessoas. Por isso estamos criando uma nova economia popular em Maricá, tendo como fundamentos: a economia solidária, o bem comum e não o lucro”, disse. Experiências na produção de alimentos agroecológicos incentivados pela prefeitura, experiências na área da cultura, da educação e saúde pública também foram citadas por Quaquá, que informou que os royalties do petróleo que o município recebe são investidos na construção dessa nova economia.

Esperançar

Para a deputada Rosa Neide “a experiência petista em Maricá nos faz esperançar. Não o esperançar de esperar, mas de agir para que nossos sonhos de cidades solidárias, Estado mais justo e País melhor seja possível de ser construído”, disse.

“O exemplo de Maricá é celebrado não somente no Brasil”, disse Rosa Neide. Recentemente a maior revista da Europa, a alemã Der Spiegel, classificou Maricá, como “cidade socialista modelo”. Os programas implementados nesses 13 anos de gestão do PT na cidade são destacados pela revista como, “política social voltada para a igualdade de oportunidades e a integração”.

Professora Rosa Neide afirmou que o exemplo do município fluminense que investe os royalties em programas de emancipação popular pode ser seguido por Mato Grosso, que precisa taxar o agronegócio. “A riqueza gerada aos produtores de grãos precisa ser compartilhada com a maioria dos mato-grossenses. Assim como Maricá tem os royalties do petróleo, nosso Estado pode ter os royalties dos grãos”, afirmou.

O deputado Valdir Barranco ressaltou sua felicidade de estar na reunião com dezenas de lideranças podendo compartilhar das experiências petistas. “Onde o PT governa dá certo. Temos programas e projetos testados e aprovados que mudaram a vida do povo para melhor e Maricá é esse símbolo. A organização popular promovida pelo nosso partido no município nos serve de motivação. Essa experiência contribuirá também para o Brasil que iremos reconstruir”, disse.

As vereadoras por Sinop, Professora Graciele (PT) e por Confresa, Professora Lucimeire (PT), assim como o ex-prefeito de Juína, Altir Peruzzo (PT) e o candidato a prefeito por Rondonópolis, doutor Kleber Amorim parabenizaram a deputada Rosa Neide pela oportunidade de diálogo com Quaquá. Militantes sociais também fizeram perguntas durante o debate, que contou com a presença de representantes de 37 municípios de Mato Grosso.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?