Conecte-se Conosco

Oposição aprova crédito extra para garantir continuidade dos projetos sociais iniciados por Lula e Dilma, afirma Rosa Neide

Publicado

em

O PT, juntamente com os partidos de oposição, conseguiu recompor no Orçamento da União os recursos para as universidades públicas e para o Programa Minha Casa, Minha Vida, cortados pelo governo Bolsonaro. Isso foi possível durante as negociações para aprovação do PLN 04/19, do Executivo, que pedia a liberação de crédito extra de R$ 248,9 bilhões para custear despesas correntes do governo. “O PT optou por dar continuidade aos projetos sociais iniciados nos governos Lula e Dilma e garantir recursos para educação”, disse a deputada federal Professora Rosa Neide (PT), na terça-feira (11), logo após a aprovação do PLN no plenário do Congresso.

Além da recomposição do orçamento da educação, em R$ 1 bilhão, foi assegurado também R$ 1 bilhão para o Minha Casa Minha Vida, R$ 550 milhões para a Transposição do Rio São Francisco, e R$ 330 milhões para bolsas de pós-graduação e doutorado financiados pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

Rosa Neide explicou que a atuação da Oposição garantiu ainda “a não interrupção no pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), do Bolsa Família e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). “Com a autorização do crédito mantemos os recursos para esses projetos que podem movimentar a economia e gerar empregos”, finalizou. (Com PT na Câmara)

Assessoria de Imprensa

 

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?