Conecte-se Conosco

‘País vive presidencialismo sem presidente’, diz Rosa Neide

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT), única oposicionista entre os oito integrantes da bancada de Mato Grosso na Câmara dos Deputados, avalia que a postura do presidente da República Jair Bolsonaro em relação a medida provisória 927 comprova que o país está sem liderança. Segundo a petista, hoje o Brasil vive uma espécie de “presidencialismo sem presidente”.

Ocorre que Bolsonaro afirmou nesta segunda (23), por meio de postagens nas redes sociais, que revogou o trecho da MP que previa a suspensão dos contratos de trabalho e dos salários por quatro  meses. A medida foi publicada hoje (23), no “Diário Oficial da União”, com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia.

O governo defende a MP como uma forma de evitar demissões em massa. O trecho revogado pelo presidente Bolsonaro foi o artigo 18.

“Fica claro que Bolsonaro não sabe o que está fazendo, é um presidente fraco e sem rumo, que toma decisões e volta atrás a todo momento. Mas o artigo 18 não é o único que ataca os direitos dos trabalhadores. Por isso, a bancada do PT ingressou no Supremo pedindo a retirada da MP 927”, disse Professora Rosa Neide a um site de notícias de Cuiabá.

Para Rosa Neide, mesmo com a revogação do artigo 18, Bolsonaro continua na contramão do mundo. Em sua opinião, o presidente da República só privilegia empresários sem se preocupar com a sobrevivência dos trabalhadores no período de quarentena.

“Enquanto o mundo todo se esforça para garantir os empregos e salários para que os trabalhadores sobrevivam durante a pandemia, o Brasil faz exatamente o contrário. O Governo Bolsonaro quer joga a conta da crise para cima do povo trabalhador. Essa MP não vai passar”, concluiu a petista. (Com RDnews)

Assessoria de Imprensa

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?