Conecte-se Conosco

Rosa Neide pede ao STF investigação contra Bolsonaro e grupo extremista por atos contra a Democracia

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT-MT) subscreveu pedido do deputado federal Rogério Correia (PT-MG), protocolado junto ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, para que peça à Procuradoria Geral da República (PGR) a investigação do presidente Jair Bolsonaro, pela promoção e participação em manifestações contra a Democracia e o Estado de Direito.

No pedido encaminhado ao gabinete do ministro, os parlamentares também pedem a investigação do grupo extremista denominado: 300 do Brasil. Tal grupo “tem inflamado seus seguidores, através das redes sociais, para a criação de grupos fascistas paramilitarizados, contando, inclusive, com treinamentos de combate”.

Alexandre de Moraes é o relator do inquérito 4828, que apura a responsabilidade de deputados da base do governo, na convocação de atos anti-democráticos. As investigações são conduzidas pela PGR. Na prática o pedido dos parlamentares petistas é para que o presidente seja incluído no hall dos investigados, deste inquérito.

Na petição, Rosa Neide e Rogério Correia destacam que de acordo “com informações prestadas pela mídia, o grupo 300 do Brasil se intitula como um grupo militar em busca do extermínio da esquerda e seria o maior acampamento pelo fim da corrupção e esquerda no Brasil, chegando a afirmar que os atos de agressão sofridos por jornalistas em frente ao Palácio do Planalto, no dia 03 de maio de 2020, seriam só o começo”.

Após a exposição dos fatos, os deputados do PT pedem que o ministro do STF oficie à PGR a apurar a conduta do presidente e investigar o denominado grupo.

Confira aqui a petição na íntegra.

Assessoria de Imprensa

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?