fbpx
Conecte-se Conosco

Rosa Neide trabalhará para bancada federal manter a indicação de emendas coletivas ao IFMT

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) se reuniu nesta quinta-feira (11), com o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), Willian de Paula, o reitor eleito, Júlio Cesar Santos, diretores de campi e dos campus avançados, o prefeito de Guarantã do Norte, Érico Stevan, o coordenador da bancada federal deputado Dr. Leonardo (SD), o secretário municipal de Educação de Tangará da Serra, Vagner Guimarães e servidores do Instituto. O encontro ocorreu em Cuiabá.

Os reitores pediram da deputada e do atual coordenador da bancada federal do Estado, deputado Leonardo, apoio para manutenção do repasse de emendas de bancada, para investimentos no IFMT. Rosa Neide destacou que os deputados e senadores assumiram um compromisso em 2019 de repassar, a cada ano, R$ 10 milhões de emendas coletivas para a Instituição.

“Da minha parte reitor eleito Júlio, reitor Willian, diretores de campi e servidores aqui presentes, manterei a indicação de emenda para o Instituto. Foram R$ 10 milhões repassados em 2020, a partir do somatório de emendas dos outros parlamentares. Trabalharei na bancada para que todas mantenham suas indicações de emenda e assim consigamos honrar o compromisso de repassar os R$ 10 milhões ao IFMT, a cada ano”, destacou Rosa Neide.

A parlamentar recomendou que os recursos sejam aplicados primeiro nos campi que mais necessitam de melhorias em sua estrutura física e de equipamentos. Doutor Leonardo, também reafirmou compromisso com o IFMT e destacou que trabalhará pela manutenção da emenda de bancada à Instituição.

19 campi e baixo orçamento

 O reitor Willian informou que o IFMT possui 19 campi no Estado, sendo que dois são campus avançados: Tangará da Serra e Guarantã do Norte. “Temos cerca de 27 mil alunos e mais de 2 mil profissionais em todas as regiões do Estado”, disse. Ele ainda disse que o orçamento previsto para 2021 é de apenas R$ 4 milhões. “Muito pouco diante das nossas demandas”, afirmou.

Por sua vez, Júlio Cesar informou que as emendas são fundamentais para melhoria da oferta do ensino e pesquisa. “Os recursos da emenda de 2020 estamos aplicando em obras de melhoria da estrutura física. Com a continuidade desse investimento vamos investir nas unidades que mais precisa e também na melhoria de acesso à internet”, disse.

O diretor do campus avançado de Tangará, Gilcélio Peres e o prefeito de Guarantã, Érico pediram apoio dos dois deputados para que façam gestão junto ao Ministério da Educação (MEC), para que essas unidades se tornem campus, de fato.

“Como unidades avançadas temos limitações em relação a quantidade de profissionais, alunos e orçamento. Tangará possui população suficiente, assim como Guarantã está em crescimento e já podem ser contempladas com um campus de fato, do IFMT”, reivindicou Gilcélio.

A deputada Rosa Neide e o deputado Leonardo se comprometeram em levar o tema à bancada e agendar reunião no MEC, para fazer gestão visando o atendimento dessa demanda.

Profuncionário

A deputada também reafirmou a importância do IFMT resgatar a oferta do Profuncionário, que é o curso de formação dos profissionais da área técnica das escolas estaduais e municipais, que precisam receber essa formação para devido enquadramento em suas carreiras. O reitor eleito destacou que a Instituição retomará a oferta do curso.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?