Conecte-se Conosco

Em audiência pública Rosa Neide faz um histórico da construção da cultura machista no Brasil

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) participou na segunda-feira (09) de audiência pública, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que debateu sobre “a Mulher na sociedade atual”. O debate foi requerido pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT), em parceria com a deputada, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Entre as debatedoras estavam a atual secretária-adjunta de Gestão Ambiental do Estado de Mato Grosso, Luciane Bertinatto Copetti; a diretora presidente do MT Mamma, Cleusa Dias Leite; a secretária-adjunta do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep-MT), Sidinei de Oliveira Cardoso; a psicóloga Karime representando o Fórum de Pessoas em Situação de Rua; e Elis Regina que representou o Fórum de Mulheres Negras de Mato Grosso.

Rosa Neide elogiou a diversidade de representação da audiência e fez relato histórico da construção do machismo no Brasil. Segundo a parlamentar, nosso País “é machista por excelência. As mulheres brasileiras sempre foram colocadas como frágeis. O processo de alfabetização no Brasil começou para os homens brancos. Quando as mulheres lutaram para estudar foram fazer escola normal para serem professoras. Mulheres não podiam ter outras profissões”, destacou.

De acordo com Rosa Neide, as mulheres brasileiras estudavam meio período e cuidavam da casa e da família no outro período. “E nessa relação profissional machista, a visão de que a mulher tem que ficar em casa cuidando da família e dos filhos perdura até os dias de hoje”.

Para a petista, o aumento da violência contra a mulher é exatamente porque o homem continua machista. “À medida que a mulher cresce os homens enciumados agridem. Queremos homens parceiros das mulheres. Por isso depende de nós mulheres educarmos nossos filhos sem cultura machista”, afirmou.

A deputada destacou ainda que seu mandato é ferramenta de luta contra o machismo e pelo empoderamento feminino. “Estamos na luta pelo fim da violência contra a mulher. Neste sentindo apresentei emenda destinada a compra de duas patrulhas Maria da Penha, para atendimento especializado da mulher vítima de violência em Cuiabá e Várzea Grande”, disse.

“Também destinei emenda em parceria com o deputado Emanuel Pinheiro Neto (PTB), para compra de uma carreta que atenderá às mulheres da periferia da capital com oferta de exames preventivos”, finalizou.

Assessoria de Imprensa

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?