fbpx
Conecte-se Conosco

“Política de preços exorbitantes da Petrobras está inviabilizando o País e sacrificando os mais pobres”, denuncia Rosa Neide

Publicado

em

Em discurso nesta quarta-feira (15) no plenário da Câmara, a deputada federal Professora Rosa Neide (PT) criticou a Reforma Administrativa (PEC 32/2020), em análise na Comissão Especial da Casa e o preço dos combustíveis.

“Estamos preocupados com a votação da PEC 32, pois essa proposta atinge os atuais servidores, os que virão, bem como ataca os serviços públicos. Os servidores estão em vigília contra essa PEC. Não podemos permitir esse ataque ao futuro do País”, disse.

A parlamentar destacou ainda a política de preços exorbitantes praticada pela Petrobrás. “Tivemos ontem aqui no Plenário a presença do presidente da Petrobras (general da reserva do Exército, Joaquim Silva e Luna). A explicações dadas por ele não ajudaram em nada a população”, afirmou Rosa Neide.

De acordo com a parlamentar, o preço médio da gasolina no Brasil na casa dos R$ 7,00 o litro, tem contribuído com o descontrole da inflação, sobretudo dos alimentos, impactados pela alta do preço do frete.

“Como é possível o presidente da Petrobras comemorar os lucros recordes para os acionistas da empresa, em detrimento da maioria do povo que está pagando esse preço abusivo de R$ 7,00? Esse preço tem impedido o acesso da maioria da população não somente à gasolina, mas aos alimentos, cujos preços dispararam atrelados à alta dos combustíveis”, criticou.

“Essa política de preços exorbitantes da Petrobras está inviabilizando o País e sacrificando os mais pobres”, afirmou.

Confira o discurso na íntegra.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?