Conecte-se Conosco

Rosa Neide: A educação só avança quando valorizamos os professores

Publicado

em

 

A deputada Professora Rosa Neide (PT) participou, nesta terça-feira (26), de sessão solene em homenagem ao Dia Nacional do Piso Salarial dos Professores. A data foi instituída no calendário brasileiro pela Lei 12.668, de 18 de junho de 2012, sendo celebrada anualmente no dia 23 de março. Segundo Rosa Neide, a educação só avança quando cuidamos e valorizamos os professores. Portanto, homenagear o piso é também chamar atenção para a atual conjuntura do país.

“Estamos vivenciando inúmeros retrocessos no campo educacional e precisamos diariamente reafirmar que os governos passam, mas os avanços construídos anteriormente devem permanecer. Os professores e professoras têm de voltar a ser prioridade para o governo federal e, sobretudo, para o país”, afirmou a parlamentar petista.

Em seu discurso, Rosa Neide destacou que a proposta do Ministro da Economia, Paulo Guedes, relacionada a desvinculação dos recursos da saúde e educação é nefasta. “O governo Bolsonaro escuta os anseios dos banqueiros e não do povo e, a medida em que isso acontece, o Brasil estará fadado ao retrocesso”, indagou.

Homenagem especial

Durante a solenidade, o requerente da sessão deputado federal Idilvan (PDT) conferiu ao ex-deputado Carlos Abicalil uma homenagem especial em agradecimento aos relevantes serviços prestados durante a tramitação do projeto de lei que resultou na Lei 11.738, de 16 de julho de 2008, que institui o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica.

Em seu discurso, o ex-deputado Carlos Abicalil frisou que, cada homenagem recebida, aponta seguramente um histórico de compromisso anterior e a consolidação dos compromissos para o futuro. “O nosso compromisso comum segue firme. Continuarei na defesa da escola pública para todos e todas com qualidade e direito à cidadania”, afirmou.

Na oportunidade, Abicalil alertou que não é admissível abrir mão da vinculação constitucional obrigatória que é responsável por sustentar o pacto federativo entre União, estados e municípios. “Esta Casa enfrentará grandes resistências, mas esse é o momento em que os parlamentares confirmarão os compromissos que têm com a maioria do povo brasileiro. A educação precisa ser laica, universal, gratuita e de qualidade”, disse.

Assessoria de Imprensa

Tags:, , , , , , , ,
1 Comentário

1 Comentário

    Responder

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    × Vamos conversar?