fbpx
Conecte-se Conosco

Rosa Neide e secretário de Estado de Cultura visitam casarões coloniais de Diamantino; parlamentar pede investimentos

Publicado

em

O resgate do patrimônio artístico, histórico e cultura de Diamantino foi pauta do encontro promovido pela deputada federal Professora Rosa Neide (PT), com o secretário de Estado de Cultura e Esportes, Beto Machado, o prefeito do município, Dr. Manoel Loureiro (MDB), o reitor do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Willian de Paula e o diretor do campus avançado do IFMT na cidade, Leandro Curvo. Eles se reuniram na prefeitura, no final da manhã de quinta-feira (28), e visitaram museus e casarões seculares.

Diamantino foi fundada como pequeno Arraial, em 1728, por sertanistas que descobriram diamantes no riacho que atualmente está localizado no centro da cidade. A fase áurea do garimpo fez com que o Arraial fosse elevado pela Coroa Portuguesa à categoria de Vila, em 1820.

Com 292 anos de história, Diamantino conta com dezenas de casarões coloniais, ruas com calçamento de pedras e muita história dos idos do Brasil Colônia e do Império. “Toda essa memória cultural e histórica precisa ser resgatada. Os casarões de Diamantino são o símbolo do passado áureo do período do garimpo. Não podemos deixar que esse patrimônio arquitetônico acabe”, afirmou Rosa Neide em reunião no gabinete do prefeito.

A deputada disse que a Secretaria de Cultura do Estado pode desenvolver projetos, em parceria com o município que visam a restauração dos imóveis históricos, a promoção da memória cultural da cidade e incentivo para que as novas gerações preservem a história.

O prefeito citou que a Diamantino possui 18 casarões tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), dentre os quais alguns já foram restaurados. Porém, ‘há outros imóveis que ainda não foram tombados, muitos por resistência dos proprietários, e que infelizmente ou já foram derrubados ou estão se deteriorando’.

O secretário Beto agradeceu a deputada Rosa Neide pelo convite para ir à Diamantino. “A deputada é uma das parlamentares mais comprometidas com o resgate, a valorização e o investimento na cultura de nosso Estado”, afirmou.

Beto informou que Mato Grosso possui mais de 600 casarões coloniais tombados e que o governo do Estado destinará recursos do programa Mais MT, para restauração e conservação desses imóveis. “Com certeza também contemplaremos casarões aqui de Diamantino”, disse.

Museus

Após a reunião na prefeitura, a deputada, o gestor municipal e o secretário visitaram o Museu Casa Memorial dos Viajantes. O local abriga acervos históricos dos primeiros habitantes da cidade, peças indígenas, bem como peças da linha telegráfica construída por Marechal Cândido Rondon, entre Mato Grosso e a Amazônia (onde hoje localiza-se o estado de Rondônia).

Durante a visita, a diretora do Museu, Milene, pediu apoio para restauração do prédio e do acervo. Na sequência, eles visitaram outro casarão onde abriga a Casa de Cultura da cidade. No espaço, artesãs produzem peças e a prefeitura oferta cursos à população. Eles ainda visitaram o Museu Langsdorff, onde se reuniram com trabalhadores e trabalhadoras do local e receberam demandas.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?