Conecte-se Conosco

Rosa Neide encaminha voto Sim e Câmara aprova destaque do PT que exclui Profissionais da Educação do congelamento de salários

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) encaminhou na noite desta segunda-feira (05), o destaque 11 da bancada do PT para que os profissionais da educação não fossem atingidos com o congelamento de salários, aprovado no PLP 30/2020. O destaque foi aprovado por 287 x 179 e os educadores foram incluídos no hall das categorias, que não terão seus salários congelados por 18 meses.

“Lutamos muito para que o artigo 8ª fosse retirado, para que nenhuma categoria tivesse congelamento de salários. Infelizmente não foi possível. Mas venho agora reivindicar a aprovação da emenda 11, para defender os Profissionais da Educação. Não estamos reivindicando aumento de salários e sim a manutenção dos reajustes que estão previstos na Lei do Piso. Lutamos muito para ter um Piso Nacional. Não pode uma medida dessa congelar esse direito dos educadores. Votem sim aos professores e professoras, que serão os responsáveis por acolher milhões de alunos em sala de aula e construir o futuro do nosso país no pós-pandemia”, disse Rosa Neide.

O PLP aprovado no Senado previa que apenas servidores civis (profissionais de saúde) e militares (polícias) envolvidos diretamente no combate à Covid-19 não teriam seus salários congelados. Entretanto, emenda aprovada na Câmara logo após a aprovação do texto-base incluiu policiais legislativos, técnicos e peritos criminais, agentes socioeducativos, trabalhadores na limpeza urbana e os que atuam na assistência social.

“Após muita luta, o PT também conseguiu proteger os profissionais da educação do ataque do governo Bolsonaro, que queria impedir o reajuste de seus salários, como condição para liberação dos recursos para Estados e municípios combaterem o coronavírus. E seguimos na luta para defender mais categorias”, finalizou Rosa Neide.

Confira o discurso da deputada, defendendo o destaque.

Assessoria de Imprensa

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?