Conecte-se Conosco

Rosa Neide participa de webnário dos Povos Tradicionais de Matriz Africana

Publicado

em

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) participou nesta sexta-feira (11) do webnário nacional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (Potma). Na ocasião, a parlamentar falou sobre a necessidade de implementação da lei 14.021/2020, de sua autoria, que criou o Plano de Enfrentamento à covid-19 junto aos Potma, aos quilombolas, ribeirinhos e povos originários.

Rosa Neide agradeceu aos Potma pela luta junto aos demais povos no sentido de sensibilizar o Congresso Nacional pela derrubada dos 22 vetos que desfiguraram o PL 1142, que deu origem à lei. “Ao todo 16 vetos foram derrubados e o Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu o cumprimento dos demais dispositivos que o governo havia vetado”, disse.

De acordo com a petista a luta agora é pelo cumprimento da lei. “Todos os dispositivos da lei precisam ser colocados em prática o mais rápido possível. Por isso contamos desde já com a luta dos Povos Tradicionais da Matriz Africana para vigiarem a lei. Os pontos que não estiverem sendo cumpridos devemos acionar a Justiça para fazer valer”, disse.

Coordenadora da mesa sobre Atos Culturais, a mãe Rosana Pereira Brito destacou a luta da Professora em prol dos Potma. “Somos invisibilizados pelos detentores de poder no País, mas a senhora compreende nossa luta e abraça nossa causa”, disse.

A parlamentar saudou mãe Rosana e destacou que “os povos originários da mãe África que para cá vieram de forma triste e construíram sua história com luta e resistência não perderam suas origens e continuam lutando. A luta de vocês abrange a religião de matriz africana, a tradição, a cultura, o território e o direito de viverem com igualdade de oportunidades. Estamos juntos e juntas nessa luta”, afirmou.

A petista saudou ainda os parlamentares que constroem a Frente Parlamentar Mista Em Defesa Dos Povos Tradicionais De Matriz Africana e a Teia Nacional Legislativa em Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana e afirmou que a luta contra a violência e o racismo precisa avançar.

“É triste ver que entre 2008 e 2018 a taxa de homicídios de negros no Brasil aumentou 11,5%. Em relação às mulheres, em dez anos a taxa de homicídios das negras aumentou 12,4%. Nossa luta precisa avançar contra essa política criminosa de extermínio da população negra de nosso País”, finalizou.

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Vamos conversar?