fbpx
Conecte-se Conosco

Deputada Rosa Neide protocola na Câmara abaixo-assinado contra PL que retira MT da Amazônia Legal

Publicado

em

Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) entregou na quarta-feira (23), na Câmara, um abaixo-assinado contra o PL 337/2022, que propõe a retirada de Mato Grosso da Amazônia Legal. Denominado de Manifesto pela Terra, o documento conta com mais de 5 mil assinaturas. Além disso, mais de 60 entidades da sociedade civil e grupos de pesquisa aderiram ao texto. As assinaturas foram coletadas pelo movimento: Mato Grosso na Amazônia é Legal.

Rosa Neide entregou o manifesto na mesa diretora da Casa, em seguida subiu à tribuna onde discursou contra o PL, proposto pelo deputado Juarez Costa (MDB-MT). “Os limites dos biomas brasileiros são definidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Com essa lei querem empurrar o limite da Amazônia mato-grossense”, criticou.

A parlamentar ressaltou ter boa relação de amizade com o deputado Juarez, mas é radicalmente contra a exclusão do Estado da Amazônia Legal. “O que esse projeto visa é expandir a fronteira agrícola para cima da Floresta, desmantando as reservas e as terras indígenas preservadas, acabando com as nascentes e as grandes reservas de água doce”, denunciou.

“O próprio deputado que se coloca como relator, Neri Gueller (PP), já disse por diversas vezes, o setor produtivo do Estado também afirma, que Mato Grosso pode dobrar sua produção sem precisar derrubar mais nenhuma árvore, basta apenas usar melhor as áreas já abertas, com mais tecnologia”, afirmou Rosa Neide.

O abaixo assinado com adesão de pesquisadores das Universidades Públicas do Estado e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), além de movimentos sociais, representantes de povos indígenas e tradicionais, estudantes e sociedade em geral, denuncia ainda, que a saída de Mato Grosso da Amazônia Legal trará prejuízos não somente ao meio ambiente, mas ao setor produtivo.

“Fora da Amazônia Legal, nosso Estado perderá os financiamentos e o apoio da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM) e do Banco da Amazônia (BASA). Nossa produção poderá ser taxada como predatória e insustentável. O aumento do desmatamento da Amazônia para plantio de monoculturas vai inviabilizar as exportações de Mato Grosso”, finalizou.

Clique aqui e leia o manifesto na íntegra com as assinaturas.

Clique aqui e confira a lista de entidades que aderiram ao manifesto.

Confira o discurso da deputada íntegra

Volney Albano

Assessoria de Imprensa

Deputada Federal Professora Rosa Neide (PT-MT)

Tags:
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Vamos conversar?